0
Logo do Desfiles
Foto: terra

Desfiles

Brilho, sensualidade e pele à mostra no quarto dia do SPFW

22 out 2015
10h24
atualizado às 11h03
  • separator
  • comentários

Brilho, sensualidade e sonho deram o tom ao quarto dia da 40ª edição do São Paulo Fashion Week, que acontece no prédio da Bienal do Ibirapuera. Quase sem exceção, foram essas as características do primeiro desfile do dia, de Reinaldo Lourenço, até o último, de Helô Rocha, passando por Samuel Cirnansck e Apartamento 03. Se a Coven não trouxe, deixou implícita na coleção uma sensualidade latente, com seus canelados ajustados.

Siga o Terra Estilo no Twitter

No quesito famosos, a presença foi garantida em alguns desfiles. Anitta para Reinaldo Lourenço, com saia curta e blusa branca, além de Sabrina Sato, Lucy Ramos, Yasmin Brunet, Gabriela Pugliese na plateia de Helô Rocha, e Celina Locks, namorada do ex-jogador Ronaldo, na passarela de Samuel Cirnansck. Ela, que quer ser uma angel da Victoria's Secret, diz que tabmbém deseja casar e ter filhos, mas o casal não pensa nisso por enquanto.

Celina Locks conta que deseja ser Angel da grife Victoria's Secret
Celina Locks conta que deseja ser Angel da grife Victoria's Secret
Foto: Paulo Lopes / Futura Press

Entre as tendências, viagens dos estilistas por Portugal a Alto Paraíso, passando por um jardim florido, design de móveis dos anos 50 e 60 e até Caitlyn Jenner, ex-padrasto de Kim Kardashian

Ora pois!

Reinaldo Lourenço pegou o avião para Portugal e foi à cidade de Viana do Castelo, onde as festas tradicionais trazem as noivas do Minho. Trajes típicos para festejos religiosos usados para recolher dinheiro para as festas e depois no casamento e no enterro. Pretos de veludo e com rendas, os looks portugueses faziam companhia a várias peças construídas a partir de fitas de cetim duchesse intercaladas com transparências ou estampas, que pareciam pregas, mas se traduzem num minucioso trabalho de desconstrução e reconstrução de saias e vestidos mínis, mídis e longos. 

Influências portuguesas dominam desfile de Reinaldo Lourenço no São Paulo Fashion Week
Influências portuguesas dominam desfile de Reinaldo Lourenço no São Paulo Fashion Week
Foto: Leonardo Benassato / Futura Press

Jardim encantado

Comemorando os 15 anos de sua marca, Samuel Cirnansck criou um jardim suspenso, com plantas num suporte aéreo, além de imagens floridas ao fundo e muitas flores aplicadas nos vestidos de festa e casamento. Sem exagerar na mensagem da inspiração, o estilista mostrou o que sabe fazer bem: longos e curtos com muitos bordados, cristais e tule ilusion, em formatos que vão das saias amplas às mais justas. Celina Locks entrou com um rosa de gola alta todo bordado com pedrarias, trabalho quase de alta-costura que marca a carreira do estilista.

Samuel Cirnansck ousa em desfile na semana de moda paulista. Pedrarias, brilho, vazados compõem os vestidos, que são tendências para o inverno de 2016
Samuel Cirnansck ousa em desfile na semana de moda paulista. Pedrarias, brilho, vazados compõem os vestidos, que são tendências para o inverno de 2016
Foto: Rodrigo Moraes / Futura Press

Sem gênero

A Apartamento 03 foi mais uma a apostar na dualidade do feminino/masculino para compor seu inverno 2016.  A inspiração veio do romance Orlando, de Virginia Woolf e da capa de Vanity Fair com Caitlyn Jenner, ex-marido de Kris Jenner e ex-padrasto de Kim Kardashian.

O estilista mineiro Luiz Claudio Silva mais uma vez mostrou seu pulso forte e perfeito no corte de alfaiataria e nas pedrarias e nos bordados, mas em peças que saem direto do guarda-roupa dos homens para o das mulheres. São ternos com calças largas, paletós justos e casacos, sempre com pedras, brocados e franjas. Estas apareceram nos começo, em looks brancos ou pretos com estampas. Canutilhos faziam o recurso brilhar.

Apartamento 03 apostou na dualidade do feminino/masculino para compor seu inverno 2016. Sem distinção de gêneros, a grife se insirou em Caitlyn Jenner.
Apartamento 03 apostou na dualidade do feminino/masculino para compor seu inverno 2016. Sem distinção de gêneros, a grife se insirou em Caitlyn Jenner.
Foto: Leonardo Benassatto / Futura Press

Tricô

A mineira Coven fez sua estreia no São Paulo Fahion Week mostrando seu tricô de ponta com inspiração no design do mobiliário dos anos 50/60. Claro que não se viram mesas, cadeiras e sofás na passarela, mas um coleção com peças que podiam compor a decoração de uma sala. As peças vêm shape alongado, com tricô de alta perfomance, que também aposta nas tendências da estação, como os vestidos, saias e blusas caneladas, que alongam a silhueta feminina. A estilista Liliane Rebehy colocou também xales e ponchos mais amplos por cima dessas roupas, para aconchegar e remeter aos tais detalhes decorativos. Os geométricos de algumas delas lembravam xadrezes de cobertores.

Inspirada em decoração dos anos 50 e 60, a grife Coven estreia no 4º dia do SPFW
Inspirada em decoração dos anos 50 e 60, a grife Coven estreia no 4º dia do SPFW
Foto: Rodrigo Moraes / Futura Press

Mapa astral sensual

Helô Rocha foi buscar novamente inspiração no lado místico do Brasil. Depois dos orixás e da Bahia do verão, agora é a vez de Alto Paraíso. Do misticismo da região, ela pegou o céu e a astrologia, com os quatro elementos e os signos do zodíaco. A coleção parece um desdobramento da anterior, com os vestidos amplos, de rendas, acrescentadas de couro e píton,  deixando peitos e pele à mostra, além de penas e penduricalhos, como os acessórios de cabeça feitos pela design Daniela Martins. Pochetes, que deve pegar no inverno, foi outra aposta da estilista.

Decotes profundos também não faltaram nas peças. A "mapa astral" de Helô Rocha é sensual. Mesmo com as golas altas, em estilo vitoriano, os recortes das rendas e tecidos tecnológicos delineavam a silhueta feminina. Bordados e aplicações davam uma ajuda nos recortes anatômicos proposto pela estilista.

Helô Rocha ousa ao apresentar em sua coleção um misticismo sensual, deixando os seios e pele de suas modelos à mostra. Penduricalhos e penas também compõem as peças
Helô Rocha ousa ao apresentar em sua coleção um misticismo sensual, deixando os seios e pele de suas modelos à mostra. Penduricalhos e penas também compõem as peças
Foto: Leonardo Benassatto / Futura Press

 

Fonte: Ponto a Ponto Ideias Ponto a Ponto Ideias

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade