5 eventos ao vivo
Logo do Desfiles
Foto: terra

Desfiles

Famosos, inverno cool e franjas resumem 3º dia do SPFW

21 out 2015
11h07
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O terceiro dia da 40ª edição do São Paulo Fashion Week confirmou algumas tendências que devem ser esperadas para o inverno 2016. Uma delas é exatamente o fato de que nosso inverno nem é tão frio assim. Até podem entrar casacos de lã e pele, mas os vestidos leves, as rendas, as transparências e um jeito cool de encarar os dias frios ou nem tanto fazem parte das coleções. As temperaturas nas salas de desfile também começam a esquentar, com a presença de mais celebridades na plateia.

Siga Terra Estilo no Twitter

Pela manhã, Adriane Galisteu no desfile do sogro Valdemar Iodice. Depois Camila Queiroz, Sabrina Sato, Sophia Abrahão e Sergio Malheiros para a PatBo, além de uma fila enorme de blogueiras, quase todas maquiadas e penteadas no mesmo estilo na fila A da grife mineira. Para fechar a noite, o desfile com pegada esportiva da Ellus, com Carol Trentini e Renata Kuerten na passarela. A grife de jeans ainda protagonizou uma balada das boas no terceiro piso da Bienal, com a rapper Karol Conka e o DJ Zegon, que rolou por horas depois de finalizado o desfile.

Atriz Camila Queiroz esteve presente no SPFW
Atriz Camila Queiroz esteve presente no SPFW
Foto: Peter Leone / Futura Press

Futurismo

O dia começou cedo, com desfile de Vitorino Campos, na Casa Jaguar, no Jardim Europa. Vitorino, que também responde pelo estilo da Animale, apostou nos jeans em várias peças e no estilo fresh em alfaiataria, com um perfume futurista, vinda do filme Interestelar, de Christopher Nolan. Pantalonas, tops e vestidos acompanhavam casacos largos.

Vitorino Campos se inspirou no filme Interestelar para desenvolver looks
Vitorino Campos se inspirou no filme Interestelar para desenvolver looks
Foto: Leonardo Benassato / Futura Press

Poderosa

A silhueta longilínea marcou o desfile da Iódice, com tecidos canelados, franjas, transparências, boinas e, claro, panrtalonas curtas, peça-chave da estação. O jogo de leve e pesado também entra no inverno da marca, com tricôs de couro sobrepostos a roupas de rendas e seda. Destaque para os maxibotões e alfinetes com pedras, que funcionam como acessórios.

Maxibotões estiveram em destaque em looks da Iódice
Maxibotões estiveram em destaque em looks da Iódice
Foto: Rodrigo Moraes / Futura Press

Tricotando

A GIG Couture, grife mineira especializada em tricô de alta performance, aposta num inverno com cores quentes e quase tropicais, tanto para homens quanto para mulheres. Também com silhueta longilínea e inspiração nos anos 90, Gina Guerra mostrou peças matelassdas de tricô que só vendo de perto para acreditar que não era de tecido plano. E também fez pantalonas curtas, vestidos rentes ao corpo, gola alta, plissados e canelados, em cores quentes para o inverno, como o azul-anil, púrpura, amarelo e pink, que aprecem ao lado de bordô, marrom, verde-militar e roxo. Como novidade, a marca lança também a linha masculina, com peças largas, calças curtas e estampas - que sempre foram o ponto forte da marca.

GIG aposta em estilo anos 90 com cores quentes e tropicais no SPFW Inverno 2016
GIG aposta em estilo anos 90 com cores quentes e tropicais no SPFW Inverno 2016
Foto: Leonardo Benassatto / Futura Press

Babados masculinos

O desfile de João Pimenta mais uma vez levou o universo feminino para a roupa masculina, com direito a lapelas com babados, calças largas, laços nas mangas, saias pregueadas e camisas com flores bordadas. Mas para os homens que não encaram tanta ousadia, tem os ternos, as jaquetas e os casacos com corte de alfaiataria mais do que perfeito.

João Pimenta coloca universo feminino em novas tendências masculina no SPFW
João Pimenta coloca universo feminino em novas tendências masculina no SPFW
Foto: Rodrigo Moraes / Futura Press

Cordas

Com uma primeira fila recheada de blogueiras e celebridades do calibre de Camila Queiroz, Sabrina Sato e o casal Sophia Abrahão e Sergio Malheiros, a  PatBo trocou os ricos bordados, típicos da escola barroca mineira de moda, por cordas, franjas e pedrarias mais discretas para compor seu inverno 2016. Com um pé no navy, inspirado nos vikings, as modelos vinham com vestidos literalmente amarrados em seus corpos, numa composição rústica, ou com vestidos retos, com foco de atenção nas barras, ora tramadas ora com franjas enormes. Franjas, aliás, tomaram conta do desfile e prometem continuar no foco das peças de inverno.

Cordas, franjas e pedrarias mais discretas compões looks da grife PatBo para o inverno 2016
Cordas, franjas e pedrarias mais discretas compões looks da grife PatBo para o inverno 2016
Foto: Leonardo Benassatto / Futura Press

Na rua

E para encerrar a noite, a Ellus armou balada após desfile que marcou o lançamento da linha Ellus Sport DLX. Praticantes de parkour e skatistas fizeram performance antes de Carol Trentini abrir o desfile no Espaço Niemeyer, no terceiro piso da Bienal. A aposta foi em peças confortáveis, que garantem mobilidade e conforto aos jovens que buscam os esportes ao ar livre. O prata e os quadriculados em preto e branco ou coloridos fizeram par ao preto total e a tons de azul, amarelo e vermelho, em tecidos molengas, como veludo de seda. A top finalizou a apresentação com vestido preto, que ganhava tramas e gola alta. Shorts curtinhos, minissaias, botas xadrezes, casacos longos, jaquetas, bermudas, top cropped de gola alta e mangas compridas (um dos ícones dos anos 90) também estão presentes no inverno da Ellus. 

Ellus levou esportes urbanos como o Le Parkour como plano de fundo para desfile de moda esportiva
Ellus levou esportes urbanos como o Le Parkour como plano de fundo para desfile de moda esportiva
Foto: Leonardo Benassatto / Futura Press
Skate e parkour dão o tom em desfile da Ellus.
Fonte: Ponto a Ponto Ideias Ponto a Ponto Ideias
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade