0
Logo do Bastidores
Foto: terra

Bastidores

Na falta de brindes, público faz fila por sorvete e make no SPFW

Com lounges dedicados exclusivamente a convidados, celebridades e imprensa, o SPFW não empolgou os visitantes que não têm passe para livre para assistir aos desfiles

20 mar 2013
09h30
atualizado às 09h30
  • separator
  • 0
  • comentários

As sacolinhas cheias de brindes sempre foram uma atração à parte no São Paulo Fashion Week, mas na temporada de Verão 2014 a vida não está fácil para os "mortais" que se aventuraram pelos corredores do edifício da Bienal, no Parque do Ibirapuera, em busca de produtos grátis. Com lounges dedicados exclusivamente a convidados, celebridades e imprensa (e olhe lá), a principal semana de moda da América Latina não empolgou os visitantes que não têm passe para livre para assistir aos desfiles, ou seja, cuja "consolação" eram os presentinhos.

"Os lounges sempre tiveram esse perfil mais exclusivo, mais restritos a convidados mesmo. Mas realmente diminuiu a distribuição de brindes. Agora, os espaços de serviços, como massagem e maquiagem para os visitantes, estão mais abertos, o que é bom", avalia Luiza de Moraes Corrêa, estudante de moda e blogueira, que já frequenta o SPFW há algumas edições.

Na falta de "jabás" - os brindes, no jargão jornalístico -, a "boca livre" faz o público se enfileirar no stand da Melissa, que trocou a tradicional distribuição de pares de sapato plástico por sorvetes de casquinha de morango. A guloseima é uma referência à nova coleção da grife, feita em parceria com o estilista Karl Lagerfeld, que se inspirou na sobremesa gelada para decorar os pés das fashionistas. Mesmo com a temperatura oscilando entre 17ºC e 22ºC na capital paulista, a fila por uma bola de sorvete não esvaziava.

"Se é de graça, tem que aproveitar mesmo", comentou outra estudante às amigas, enquanto deixavam o stand com a sobremesa em mãos. A atração pode até fazer sucesso entre o público, mas não se compara a edições passadas, quando a Melissa fez uma espécie de jogo para que os visitantes concorressem aos pares de sapato, o que provocava filas de mais de uma hora no lounge.

Serviços
Dona de um dos maiores lounges do SPFW, com 680 m², O Boticário optou pela linha de oferta de serviços e entretenimento para atrair o público feminino, que pode agendar um horário para receber, gratuitamente, uma maquiagem profissional. Quem aguarda pelo make não sai de mãos abanando e garante pelo menos um brinde novo para o nécessaire - nesta edição, é um lápis de olho.

Outra atração são os cursos de automaquiagem, conduzidos por maquiadores profissionais, que também são feitos com hora marcada no lounge da empresa. Além disso, quem só quiser relaxar tem direito a uma massagem nas mãos. Somente no primeiro dia do SPFW, mais de 300 mulheres trocaram a "cara lavada" por uma make profissional nas estações de maquiagem, outras cerca de 100 mulheres participaram do curso e mais de 100 pessoas receberam massagem.

Universo VIP
Restrito a convidados e à imprensa, o SPFW é um evento de caráter "exclusivo", pois só para entrar na Bienal é preciso ter um convite ou credencial - mesmo que você não vá assistir a desfile nenhum. Por isso, quem visita a semana da moda pela primeira vez já pode se sentir parte de um grupo "seleto", embora o evento ainda conte com outros espaços mais VIPs: os lounges fechados.

"Protegidos" por belas recepcionistas, os lounges das empresas parceiras são espaços de convivência dedicados exclusivamente a convidados e celebridades que passam por lá. Os curiosos podem até pedir para conhecê-los, mas geralmente não se avança muito sem uma pulseirinha. Entre estes locais está o espaço da Colgate, cuja entrada garante um nécessaire prateada com um kit de higiene bucal, e o do Shopping Iguatemi, que colocou uma "máquina de brindes" para os convidados, além de drinques e comidinhas de graça.

Mas o crème de la crème do "mundinho" fashion, são os presentes deixados nas primeiras fileiras dos desfiles. Objeto máximo de desejo das fashionistas sem convite (que são a maioria do público), as sacolinhas da chamada "fila A" são disputadas até pelos VIPs, mas geralmente só caem nas mãos de celebridades, profissionais renomados do segmento e de quem é amigo de "alguém".

SPFW Verão 2014
O Terra, a maior empresa latino-americana de mídia digital, transmite ao vivo os desfiles de verão 2014 do São Paulo Fashion Week, com exclusividade para web, inclusive para tablets, smartphones e TVs conectadas. Entre os dias 18 e 22 de março, os desfiles serão transmitidos direto da Bienal, no Parque Ibirapuera, na capital paulista, pela parceria entre o Terra e FFW.

Além das transmissões ao vivo, o Terra terá os blogs da apresentadora de TV Isabella Fiorentino e da jornalista de moda Rosângela Espinossi, além de análises e galeria de fotos de todos os desfiles e tudo sobre backstages, bastidores e celebridades. O maior e mais importante evento de moda da América Latina reúne 25 desfiles, que marcam de forma definitiva a mudança no calendário da moda brasileira. A partir deste ano, os desfiles da coleção verão acontecerão em março de cada ano e os de inverno, em outubro.

<a data-cke-saved-href="http://www.terra.com.br/moda/infograficos/spfw-verao-2014-n1/iframe.htm" href="http://www.terra.com.br/moda/infograficos/spfw-verao-2014-n1/iframe.htm">veja o infográfico</a>

<a href="http://www.terra.com.br/moda/infograficos/spfw-verao-2014-n1/iframefotos.htm">veja o infogr&aacute;fico</a>

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade