Iesa Rodrigues

› Moda › São Paulo Fashion Week Inverno 2008 › Iesa Rodrigues

Iesa Rodrigues

Segunda, 21 de janeiro de 2008, 22h31 Atualizada às 23h22

Ronaldo Fraga constrói final feliz

Iesa Rodrigues Ronaldo sempre baixa a bola das tendências, chamando para o Brasil. Brasil das antigas lojas de tecidos, que se chamavam fazendas. A variedade dos algodões, linhos e aviamentos foi homenageada na passarela arrumada como um varal, com roupas de tule branco penduradas.

» Veja as fotos
» Assista a trechos do desfile
» Ronaldo Fraga encerra semana de moda em "loja de tecidos"

Ao som de AndaLuzia, do Tico-tico no Fubá em ritmo de tango, Cajuína e Fica Comigo esta Noite, Ronaldo mostrou que sabe pensar em bons temas, cultiva referências nacionais, e ainda demonstrou que entende muito de costura, de alta costura.

As golas afastadas dos vestidos, os decotes com abas, as golas altas, o macacão de linho e o top em black jeans - com decote acentuado por uma rede de tiras - foram pontos altos da coleção. Mais próximos do tema, os estampados de prateleiras de peças de tecidos, os modelos com retalhos cortados em quadradinhos e a estampa de molde antigo, daqueles cheio de tracinhos e pontos.

Foi bonito, delicado e cheio de estilo. Um final feliz para a edição de inverno 2008 do São Paulo Fashion Week.

Em tempo: Ronado não baixa a bola das tendências. Ele levanta a bola da moda brasileira.

Iesa está na área da moda desde o final dos anos 60, quando começou no Jornal do Brasil como ilustradora. Passou à produção e redação nos anos 70. Trabalhou na revista Desfile, na sucursal das femininas da Editora Abril em 80, mas voltou ao JB como editora da revista Domingo.

Há 12 anos abriu o site www.estiloiesa.com.br e em 2001 criou o curso de Jornalismo de Moda no Senac Rio, que já está na sétima turma.

Especial para Terra

Marcio Madeira/Especial para Terra
Ronaldo demonstrou que entende muito de costura, de alta costura
Ronaldo demonstrou que entende muito de costura, de alta costura

Busque outras notícias no Terra