> Moda  > São Paulo Fashion Week - Verão 2005
 Fale conosco

 Boletim

 Edições anteriores
Inverno 2004
Verão 2004
Inverno 2003
Verão 2003

São Paulo Fashion Week - Verão 2005
Terça, 22 de junho de 2004, 12h31 
Isabela Capeto recupera a moda anos 60 da África
 
Lívia Perozim
 
Galeria de fotos
SPFW verão 2005 - Isabela Capeto
Rogério Lorenzoni/Redação Terra
SPFW verão 2005 - Isabela Capeto
Clique na imagem para ver as fotos
Multimídia
Áudio e vídeo
» Isabela Capeto
 Últimas de São Paulo Fashion Week - Verão 2005
» Forum resgata o barroco com laços e babados
» Trilhas variadas embalam lançamento das coleções
» Estilosos invadem o SPFW
» Vide Bula encerra SPFW com homenagem ao Brasil
Busca
Busque outras notícias no Terra:
A Mali dos clubes noturnos e dos jovens africanos ressurgiu na coleção de verão de Isabela Capeto, apresentada na manhã desta terça-feira, último dia da maratona de desfiles da São Paulo Fashion Week. A estilista carioca aliou o romantismo dos anos 60 ao urbanismo contemporâneo e inseriu grafismo e street arte em suas peças, delicadas e inusitadas.

» Veja as fotos
» Assista ao vídeo

Para entrar no clima romântico, no centro da sala, o músico Guilherme de Camargo tocou, em seu arquialaude, temas dos séculos XVI. Pelos 35 metros quadrados da sala 4 da Bienal, a platéia foi acomodada em arquibancadas de madeira. As modelos entravam por trás do público e, depois de percorrerem a passarela de madeira, desciam ao chão e faziam trajetos circulares.

Vestidos em seda, soltos e abaixo do joelho, saias com babados e batas africanas vieram bordados com metal, fitas e miçangas coloridas. Amarelo, verde, vermelho e preto compuseram a cartela de cores das peças.

Na estamparia, Isabela abusa do silk e aplica rebordados para dar um ar retrô à coleção. Bottons, estampas com medalhões e patchwork de bolas rearfimam os grafismos urbanos.

A leveza e sensualidade da transparência também foi explorada pela estilista, que deu um ar inocente e delicado às peças.

Todas as modelos estavam com trancinhas presas à cabeça, com fitinhas verde, vermelha e amarela. A maquiagem veio leve e não ofuscou as cores fortes dos looks. Tímida, Isabela Capeto não entrou na passarela no final do desfile. Mas, mesmo assim, foi bastante aplaudida.
 

Especial para Terra