> Moda  > SP Fashion Week
 Fale conosco

 Boletim
SP Fashion Week
Sábado, 31 de janeiro de 2004, 22h12 
"A moda é um mundo de egos", diz Regina Guerreiro
 
Ana Paula Lima
 
 Últimas de SP Fashion Week
Busca
Busque outras notícias no Terra:
Não é à toa que ela é uma das mais influentes críticas de moda do Brasil. Sua história daria um livro. Regina Guerreiro foi editora e diretora da Vogue durante 14 anos, estagiou na Harper's Bazaar quando já era poderosa no País, abriu uma empresa de consultoria de moda no Brasil e largou tudo por um grande amor. Recomeçou várias vezes e continua ácida. Confira a entrevista:

O que é essencial para escrever sobre moda e ser respeitada?
Tem que ter know how, sensibilidade e não ter preocupação em ser simpática com os outros. A moda é um mundo de egos. Quando você fala bem, te mandam flores; mas se fala mal, jogam pedras.

A moda é ou ainda pode ser original?
A moda tem que acompanhar a linguagem do nosso tempo. Eu, por exemplo, sempre digo que um bom relógio é a jóia do nosso século.

Na sua opinião, quais são as grandes promessas da moda brasileira?
Eu gosto muito do Jum Nakao. Ele faz uma moda despretensiosa, trabalhada e ainda vai crescer bastante. Um desfile tem que emocionar, não pode ser sacado. Ultimamente tenho detestado a moda. Acho muito chato. É um olhar às décadas de 60, 70, 80, entre outras, o tempo todo.

Quem ainda te emociona na passarela?
Eu gosto do Galliano. É sempre um tapa na cara.

E na hora de criticar os amigos?
Eu perco muitos amigos.
 

Redação Terra