SPFW Inverno 2012
 
 

Moda » SPFW » Inverno » SPFW inverno 2012 » SPFW inverno 2012

 SPFW: ONG organiza manifesto contra uso de peles na moda
22 de janeiro de 2012 19h42 atualizado às 20h45

Esculturas de isopor no formato de animais são colocadas na Bienal em protesto. Foto: Ricardo Matsukawa/Terra

Esculturas de isopor no formato de animais são colocadas na Bienal em protesto
Foto: Ricardo Matsukawa/Terra

Juliana Crem
Direto de São Paulo

Quem foi à 32ª edição da SPFW neste fim de semana se deparou com diversas esculturas de isopor no formato de animais, como coelhos e raposas, decorando um dos gramados em frente ao Pavilhão Cicillo Matarazzo, sede da maior semana de moda da América Latina. O manifesto pacífico Move your ass (Mexa sua bunda), promovido pela ONG Movie Institute, teve como objetivo mostrar o pensamento crítico e a conscientização do uso de peles e de animais na indústria da moda e da beleza.

Galeria de fotos: Veja os melhores momentos da SPFW
Infográfico: Quem deve ser a número 1 da passarela da SPFW?

"A ideia é estimular todos da cadeia produtiva a não usar peles, além de conscientizar sobre os testes em animais", disse Adriana Pierin, representante da ONG.

Segundo dados divulgados pela Movie Institute, os animais vítimas da indústria do modismo passam a vida confinados em cativeiro, para que depois suas peles sejam tiradas. "A moda no Brasil precisa investir em tecnologia têxtil e processos de criação", informava o informe entregue ao público.

Adriana contou que a ONG resolveu convidar artistas e estilistas a abraçarem a causa dos animais, customizando os de isopor para que sejam leiloadas posteriormente. "É muito bacana, porque vimos estilistas como Mario Queiroz e Julia Petit abraçarem a causa, assim como a modelo Chiara e tantos outros famosos que passaram por aqui e posaram com a nossa plaquinha", disse Adriana.

Para a manifestante, falta incentivo em eventos de moda ao boicote do uso de pele animal. "Empresas como O Boticário, patrocinadora do evento, faz teste em animais e a organização deveria levar isso em conta".

Procurada pelo Terra, a assessoria de imprensa da marca de cosméticos negou que O Boticário realize quaisquer testes em animais e a ONG sugeriu que o consumidor contate as empresas para buscar informações sobre testes em animais e procure informações de certificação nos rótulos.

"Abordamos todas as pessoas e oferecemos um selinho dizendo 'no fur' (sem pele) aos convidados do evento e abordamos se usariam pele. Por incrível que pareça, as consumidoras da marca Huis Clos foram as que mais se mostraram propensas a usar, mesmo nos dias de hoje, com tanta informação", criticou Adriana que disse que a manifestação trouxe mil selinhos de 'no fur', duas mil revistas de distribuição gratuita sobre o trabalho da organização e mil flyers sobre o protesto.

"Fiquei muito contente porque vi que o Pedro Lourenço já disse que não vai mais usar pele e o Samuel (Cirnansk) também. Aos poucos estamos alcançando nosso objetivo. Queremos investigar se o Reinaldo Lourenço usou pele natural ou sintética, porque estava muito perfeita. No Rio, a Sta Ephigenia usou muita pele de coelho e, por isso, na próxima temporada estaremos protestando por lá", disse Adriana.

A manifestante afirmou que as empresas não podem ficar "em cima do muro" e devem se posicionar contra o uso de pele animal. "A organização da SPFW também. Eles falam que são ecologicamente corretos, mas vemos pouca coisa reciclada aqui. Além disso, eles poderiam colocar mais estandes para falar sobre o assunto. A preocupação não é genuína", criticou.

Procurada pelo Terra, a organização do evento disse que não iria se manifestar a respeito do protesto e que este "é um evento 100% livre de carbono", além de sugerir que quaisquer queixas sobre as marcas devam ser reportadas diretamente a seus representantes.

São Paulo Fashion Week
A SPFW é o evento de moda mais importante da América Latina e atrai diversas marcas nacionais renomadas e modelos internacionais, além, claro, de celebridades e fashionistas. A edição de inverno 2012, a 32ª do evento, acontece entre os dias 19 e 24 de janeiro de 2012, no prédio da Bienal, no Parque do Ibirapuera, em São Paulo. Algumas grifes decidiram apresentar suas coleções em locais externos da cidade, como Cavalera, Neon, Reinaldo Lourenço e Pedro Lourenço.

Terra
  1. O manifesto pacífico que ocorreu na SPFW chamado Move your ass (Mexa sua bunda), promovido pela ONG Movie Institute, teve por objetivo levar ao pensamento crítico e à conscientização do uso de peles e de animais na indústria da moda e da beleza

    Foto: Ricardo Matsukawa/Terra

  2. Adriana Pierin, representante da ONG, afirmou que as empresas não podem ficar "em cima do muro" e devem se posicionar contra o uso de pele animal. Para ela, falta incentivo em eventos de moda ao boicote do uso de pele animal. "Empresas como O Boticário, patrocinadora do evento, faz teste em animais e a organização deveria levar isso em conta", disse

    Foto: Ricardo Matsukawa/Terra

  3. "A moda no Brasil precisa investir em tecnologia têxtil e processos de criação", informava o release entregue ao público

    Foto: Ricardo Matsukawa/Terra

  4. Diversas esculturas enfeitavam o local. Segundo dados divulgados pela Movie Institute, os animais vítimas da indústria do modismo passam a vida confinados em cativeiro, agonizando em pequenas gaiolas para que depois suas peles sejam arrancadas


    Foto: Ricardo Matsukawa/Terra

/spfw/inverno/2012/foto/0,,00.html