8 eventos ao vivo
Logo do Desfiles
Foto: terra

Desfiles

Desfiles

Sem Gisele, Colcci traz novatas e enche plateia de famosos

Rodrigo Moraes / Futura Press

Danni Witt, Angélica Erthal, Daiane Conterato e Aline Weber foram algumas das escolhidas para pisar a passarela

23 out 2015
20h58
atualizado às 22h53
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Sai Gisele Bündchen, entram as novas apostas brasileiras para as passarelas internacionais. A Colcci deu o recado e colocou Walesca (recordista nos desfiles de fora no começo deste ano) para abrir seu inverno 2016, e Thairine Garcia para fechar. A ruiva Danni Witt, Angélica Erthal, além de Daiane Conterato e Aline Weber, também foram escolhidas para pisar a passarela da marca. Na plateia, sim, um time de peso: Joaquim Lopes, Maria Gadu, Daniel Rocha, Giovanna Ewbank e Larissa Dias.

Siga Terra Estilo no Twitter

O jeanswear, carro-chefe da marca, surgiu logo no começo, com vestidos em linha A, casacos, jardineiras, ora com conjunto de pantacourts e casaco preso com cinto, como o que Walesca usou. A inspiração dos estilistas Jeziel Moraes (masculino) e Adriana Zucco (feminino) veio dos desertos de Gobi e Namíbia. A modelagem é geométrica, curta, com botas de cano alto ou baixo.

A grife foi foi a penúltima a se apresentar nesta edição do SPFW
A grife foi foi a penúltima a se apresentar nesta edição do SPFW
Foto: Rodrigo Moraes / Futura Press

Se as meninas usam, os meninos também. Por isso, Jeziel propõe pantacourts com meias e peças com poás grandes e pequenos em preto e branco, além de ternos amassados, como o em tom areia com faixas coloridas nos dorsos.  

Casacos femininos ganham mangas sino que dão mobilidade
Casacos femininos ganham mangas sino que dão mobilidade
Foto: Rodrigo Moraes / Futura Press

Afastadas do corpo, jaquetas, vestidos e casacos femininos ganham mangas sino, que dão mobilidade. Flores de renda  em tonalidades brancas e azuis enfeitam peças, como o vestido de Aline Weber, que ganha decote profundo. Aliás, o decote V foi um dos raros detalhes que mostram a pele.

Colcci se inspira em desertos de Gobi e Namíbia com modelagem geométrica, curta e botas de cano alto ou baixo para a temporada Inverno 2016 do SPFW
Colcci se inspira em desertos de Gobi e Namíbia com modelagem geométrica, curta e botas de cano alto ou baixo para a temporada Inverno 2016 do SPFW
Foto: Rodrigo Moraes / Futura Press

 A não ser pelos vestidos curtos, a roupa Colcci é fechada e comportada. Gisele pode fazer falta, mas a nova geração não deixa a desejar, nem a Colcci, com seu jeanswear em alfaiataria sempre bem feito.

Anos 70 e cores da natureza inspiram Colcci

 

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade