5 eventos ao vivo
Logo do Desfiles
Foto: terra

Desfiles

Lilly Sarti leva legião de tops na passarela de inverno 2016

A estilista apostou em tops como Aline Weber, Carol Ribeiro, Vivi Orth e Daiane Conterato para desfilar seus looks no SPFW

19 out 2015
22h31
atualizado às 22h48
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Vazados e preto foram uma das apostas de Lilly Sarti para o inverno de 2016
Vazados e preto foram uma das apostas de Lilly Sarti para o inverno de 2016
Foto: Leonardo Benassatto / Futura Press

Lilly Sarti trouxe uma leva de modelos estreladas para finalizar o segundo dia da 40ª edição do São Paulo Fashion Week. Aline Weber abriu a apresentação, que foi encerrada pela veterana Carol Ribeiro. Vivi Orth e Daiane Conterato também pisaram à passarela, queridinha das meninas bem nascidas, que prezam a silhueta longilínea e os cabelos lisos. E a grife não deve ter desiludido suas clientes fiéis, pois apostou nos longos, com fendas ou vazados, nas calças flare, nas túnicas e nos casacos com ou sem mangas.

Siga o Terra Estilo no Twitter

Aline Weber abriu o desfile de vestido longo preto com recortes geométricos na cintura, dando o efeito de afinar a região. Mas atenção, o recurso só pode ser usado por quem não tem nenhuma gordurinha extra sobrando. Além dessa região, a grife levou para os ombros o foco de sensualidade em blusas e vestidos, deixando esta parte do corpo à mostra de forma despretensiosa. Não faltou também transparências, que parece ser indispensável no inverno, contrabalançando com peças pesadas, fendas e vazados.

Aqui, entram os casacos de pele Mongólia, numa continuação do inverno 2015. Entram também coletes e detalhes nas barras das mangas de blusas leves usadas sob as peças mais quentes. Vivi Orth, por exemplo, desfilou com uma blusa de lã felpuda e saia justa de couro bege e fenda profunda, completado com bota de cano alto berinjela. Daiane Conterato entrou com casaco longo, comprimento que deve bater ponto no inverno.

A inspiração da grife é o misticismo, por isso, símbolos como elementos cósmicos, cruz de Ansata e olho de Horus nos vazados e nas aplicações. O desfile começou com preto, passando por azuis, ocres, berinjela e cinza, mas o lamê prata também esteve presente. O conforto apareceu nas peças longas de tecidos leves, como crepe, tule dévoré (que traziam transparência), chamois e couro. A contraposição de tecidos, pesos e texturas, explicadas pelo conceito do yin e yang, vinha também com o tricô pesado em pulôveres usados com calças, saias e vestidos fluídos, como no look usado por Carol Ribeiro para finalizar o desfile: blusa de lã, com ombros à mostra e saia com tramas vazadas e perna de forma. 

Lilly Sarti fecha desfile com Carol Ribeiro; veja íntegra

 

Fonte: Ponto a Ponto Ideias
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade