PUBLICIDADE

Saiba quem são as mães das modelos e como elas apoiam a carreira

31 out 2013 10h08
| atualizado às 10h08
ver comentários
Publicidade

As modelos que desfilam no SPFW, pelo menos a maioria, começaram a carreira cedo, ainda menores de idade. Por isso, a família precisa não só autorizá-las, como também apoiá-las emocional e financeiramente. O Terra entrevistou as jovens da passarela da semana de moda paulistana e elogios não faltaram: "ela é tudo para mim, tudo que eu sou é graças à ela. Entrar na carreira de modelo exige equilíbrio emocional e ela me deu isso. A primeira vez que me viu desfilar, ficou toda emocioanda", disse Karen Marinovich.

"Ela chorava quando eu chorava, comemorava comigo, me ligava todos os dias e me dava força quando eu queria desistir", lembrou Katia Selinger sobre o início da carreira. Se não fosse pela mãe, Debora Muller não seria modelo. "Sempre falaram para eu e minha irmã sermos modelos e um dia minha mãe disse 'meninas, vamos para São Paulo tentar, se der certo vocês escolhem se querem seguir ou não'", contou Debora. Atualmente, as irmãs viajam o mundo para desfilar e a mãe dá todo o apoio: "tudo o que eu vou fazer, peço opinião dela antes, ela curte as fotos que eu posto e nos falamos sempre", continuou Debora.

Para Mariane Fassarela, a participação da mãe também foi fundamental na escolha em ser modelo: "sempre fui meio homem e ela sempre quis que eu me arrumasse mais. Um dia apareceu um olheiro no shopping oferecendo curso de etiqueta e ela logo me empurrou. Eu fui e depois me tornei modelo", relatou. O caso de Fabi Mayer foi um pouco diferente, quando ela estava com 16 anos recebeu convite para ser modelo, mas a mãe proibiu, por causa dos estudos. "Fiquei muito brava na época, mas hoje eu agradeço, pois conclui o Ensino Médio e comecei a modelar aos 18 anos, com mais maturidade", disse ela.

Já a mãe de Isabel Hickmann, que é irmã da apresentadora e ex-modelo Ana Hickmann, ficou um pouco receosa quando ela contou que também gostaria de seguir carreira no mundo fashion, por causa das viagens, quantidade de trabalho e distância da família. "Mas somos verdadeiras amigas, contamos tudo uma para outra, quando perdi a virgindade falei com ela, somos cúmplices. Minha irmã que faz mais o papel de mãe, de dar bronca", disse. A carreira de Carolinne Prates envolveu até a tia, Joice Prates, que virou tutora da new face de 16 anos, a acompanha em todos os compromissos e eventos de moda.

"Minha mãe me apoia muito e minha irmã mais nova diz que sou o orgulho dela, mas é minha tia que está sempre comigo", contou Carolinne. Milena Golfetto disse que os pais são um porto seguro para ela, assim como para a argentina Magda Languinge: "somos muito próximos", disse a modelo. "Antes de vir para cá, liguei para ela, que perguntou se eu estava com friozinho na barriga e me deu força", disse Karla Corrêa.

Juliana Mendes contou que a mãe deu suporte emocional e ensinou coisas simples que ela usa hoje que mora sozinha, como se comportar e lidar com as pessoas. Mas não só isso, a mãe deu também apoio financeiro no início da carreira. "Ela confiou em mim e me sustentou aqui, porque no começo é difícil. Meus pais são separados desde que eu era muito pequena e somos muito unidas. É ela que me diz 'vai dar tudo certo", concluiu Anna Herrera.

Terra transmite desfiles do SPFW
Terra, a maior empresa latino-americana de mídia digital, transmite ao vivo e com exclusividade para web os desfiles da coleção de inverno 2014 do São Paulo Fashion Week, entre 28 de outubro e 1º de novembro. As transmissões acontecem em parceria com o FFW, do Grupo Luminosidade e responsável pelos principais eventos de moda do Brasil.

<a data-cke-saved-href="http://moda.terra.com.br/infograficos/spfw-inverno-2014-zoom/" href="http://moda.terra.com.br/infograficos/spfw-inverno-2014-zoom/">Veja looks do SPFW Inverno 2014 em zoom</a>
Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade