Moda

publicidade
31 de maio de 2009 • 15h02

Mulheres maduras colocam as pernas de fora

Donas de pernas torneadas, Glória Maria abusa dos looks curtos
Foto: Divulgação
 

Costuma-se dizer que depois dos 40 anos mulher alguma deve vestir minissaia. Mas aí vem a atriz americana Sharon Stone, 51 anos, e subverte a ordem das coisas.



» Veja foto ampliada
» Leia mais notícias do
jornal O Dia

» vc repórter: mande fotos
e notícias

» Chat: tecle sobre o assunto

Ao pisar o tapete vermelho do Festival de Cannes usando um vestido Balmain curto, muito curto, ela roubou a cena. Com suas pernas de fora ofuscou suas colegas de profissão mais jovens colocando em xeque o que uma mulher com mais de 50 anos pode ou não vestir.



Consultoras de moda são unânimes em afirmar que nada mais é proibido quando o assunto é moda. O que prevalece agora é o bom senso. "Se a mulher está com o corpo e as pernas em dia, não vejo o menor problema. A ditadura da estética está caindo cada vez mais", garante a consultora de moda Sílvia de Souza, que aponta as atrizes Christiane Torloni e Vera Fischer como exemplos desta tendência.



A jornalista Glória Maria, adepta incondicional do comprimento curto, é outra prova viva da teoria de Sílvia. Com pernas torneadas, ela desfila sem medo vestidos bem acima dos joelhos.



"Não são os outros nem a idade que determinam o que posso vestir. O Brasil tem essa caretice de estabelecer tabus. O que importa é a pessoa estar bem. E para chegar a esta conclusão é preciso se olhar de maneira crítica", analisa ela, que mantém a ótima forma caminhando no calçadão.



Para a consultora de moda Glória Kalil, independentemente da idade, é preciso tomar cuidado antes de adotar um modelito curto. "Pode ficar over para quem tem mais de 50 anos. E as jovens, acima do peso, também devem ter discernimento." Em resumo: um bom espelho é sempre a melhor solução.



O Dia