Radar Fashion
 
 

Moda » Moda Carioca » Moda Carioca

 Estampas e transparências: confira 15 tendências de verão
27 de maio de 2012 02h40 atualizado às 15h10

Estampas, acessórios e transparências prometem marcar o verão. Foto: Edson Lopes Jr./AgNews/Roberto Filho/Terra

Estampas, acessórios e transparências prometem marcar o verão
Foto: Edson Lopes Jr./AgNews/Roberto Filho/Terra

Rosângela Espinossi
Direto do Rio de Janeiro

Pronto, acabou. Com o desfile performático da Reserva, reproduzindo o cotidiano de uma família, o Fashion Rio chegou ao fim. Mas os desfiles de verão ainda estão pela metade, afinal faltam os que estão por vir em São Paulo, entre os dia 11 e 16 de junho. As apresentações do Rio já nos deram uma bela, alegre, chique e colorida mostra do que os dias mais quentes e ensolarados vão pedir no quesito fashion.

Com quase 30 graus nos termômetros cariocas, parece que as roupas foram feitas para ser usadas agora, num passeio no Leblon ou Copacabana (ou Salvador, Recife, São Paulo, ou em qualquer lugar do mundo em que haja sol e calor). Pena que concentrados nas tendas do Jockey Club do Rio de Janeiro, com geradores fazendo barulhos infernais do lado de fora dos backstages (coitados dos cavalos), distâncias enormes entre um e outro (ainda bem que não choveu) e ambientação escura nos corredores do evento, os desfiles não levaram o público para lugares com mais cara de Rio de Janeiro.

Uma apresentação nas escadarias das tribunas ou na pista de corrida, tendo o Cristo Redentor ao fundo não faria mal nenhum. Desfiles fora de grifes do Fashion Business e off-FR aproveitaram mais a cidade (Victor Dzenk na Rocinha; Francesca Romana Diana no Parque Lage; e Patrícia Bonaldi, No Copacabana Palace). O show da Reserva, com até mesa posta e sala de TV no meio da passarela, compensou um pouco, mesmo que as roupas tenham ficado em segundo plano. Nesse ponto, Píer Mauá realmente tem mais o lifestyle carioca.

Mas negócios são negócios e com três semanas de moda no ano, para ordenar o calendário brasileiro (lembrando: houve inverno 2012 em janeiro, agora verão e em outubro terá inverno novamente, para 2013) e com uma crise na sala de estar da Europa, não dá para pensar em gastos extras. Com esses apertos de datas e de bolso, as grifes oscilaram entre desfiles belíssímos e outros nem tanto. Navegue pela galeria e confira 15 tendências desfiladas nas passarelas cariocas.

Ponto a Ponto Ideias
  1. Mostra e esconde - A transparência já está institucionalizada na moda. No verão, mais ainda. As passarelas cariocas dosaram o recurso. Claro que, nos desfiles, as garotas usam sem nada por baixo, mas na vida real, a coisa muda. Isso tanto nas roupas quanto nos calçados. O equilíbrio entre o leve e o pesado, mas sempre com delicadeza. Alguns dos modelos parecem que ficam suspensos no ar, porque são sustentados apenas por tule extrafino

    Foto: Roberto Filho/AgNews

  2. Pele ¿ Além dos tecidos transparentes, a pele fica à mostra por meio dos shorts, tops e blusas curtas, vazadas, além de fendas, frente única e telas em tramas abertas e fechadas.

    Foto: Roberto Filho/AgNews

  3. Guloseimas ¿ O branco, off-white e beges estão presentes nas cartelas de cores, mas os tons coloridos dominam. Para saber quais as principais tonalidades, basta se debruçar em uma geladeira de sorveteria e ou um baleiro. Os tons variam dos quentes coral, pink, vermelho, melancia, aos azuis, lima e verdes, muitos verdes. Surgem em versões mais fortes até mais suaves, lembrando doce. Por isso são chamadas de candy colors.

    Foto: Roberto Filho/AgNews

  4. Invista em ouro ¿ Não é novidade. O dourado já foi forte no inverno, junto com outros metais, como o cobre. Agora, ganha o verão de novo em bordados, aplicações, tecidos, detalhes e nos acessórios, como colares, pulseiras, calçados e bolsas.

    Foto: Roberto Filho/AgNews

  5. Desenho ¿ O verão não é nada minimalista no quesito estampa. Tem de tudo e mais um pouco. Mantém-se o tropicalismo, impulsionado pela Prada há dois verões e que continua com abacaxis, coqueiros, animais, mas em dose menor que no verão passado. Não é só. Nesse imenso bloco de desenho que se transformaram as roupas. Dá para apostar em florais, folhagens, figurativos, geométricos, étnicos, xadrezes tipo vichy, listras, paisagens, mapas letras, imagens, máscaras, navy e fundo d

    Foto: Roberto Filho/AgNews

  6. Peças-chave ¿ Blusa cropped (para quem tem barriga em dia, por favor); hot pants (elas estão em todas); coletes grandes, shorts, calças (ajustadas, mais curtas, inclusive para os homens, floridas, retinhas, mais largas no quadril ou afuniladas, presas na barra). Macaquinhos, macacões, saias lápis ou levemente godês. E vestidos, vários, sempre seguindo a linha do corpo, ora mais ajustados, ora com um pouco mais de volume.

    Foto: Roberto Filho/AgNews

  7. Plissado ¿ Em saias, blusas, vestidos, detalhes. As pregas aparecem em várias peças

    Foto: Roberto Filho/AgNews

  8. Cintura em alta ¿ Calças, saias e shorts vêm na linha do umbigo. Pode até ser difícil usar para quem não está acostumada, mas é tendência que promete se manter e que já está já tempos por aí. Os vestidos também aparecem levemente acinturados para valorizar a silhueta feminina. E o estilo basque ou peplum (babadinho curto a partir da cintura até o começo dos quadris) acentua ainda mais essa feminilidade

    Foto: Roberto Filho/AgNews

  9. Pés ¿ Anabelas, saltos altos e grossos, meia-pata e solado reto dão forma aos calçados de verão. Transparências, cores e dourados estão nos saltos e no cabedal. A maioria vem com mais de um dos recursos, misturando tonalidades, metalizados e matérias. Cordas, PVC, madeira, couro, penduricalhos e até jeans são os principais materiais usados. Mocassins e docksiders também surgem, assim como Oxford coloridos e dourados para eles

    Foto: Edson Lopes Jr./Terra

  10. Matérias-primas ¿ Couro, tricô, malha, tela, organza, tules, jeans lavados, linho, algodão, paetês, plastificados, bordados. Sejam juntos ou misturados, lisos ou trabalhados

    Foto: Roberto Filho/AgNews

  11. Mistura boa ¿ Quer misturar estampas, pode. Quer misturar tecidos, pode. Quer misturar cores, pode. Quer misturar fosco e brilhante, pode. Quer misturar liso e estampado, pode. Quer misturar transparência e opaco, deve

    Foto: Roberto Filho/AgNews

  12. Assimetria ¿ Aposte nos mullets (mais curtos na frente) e nos cortes triangulares, passando pelas sobreposições de tecidos e de peças, o que cria elementos com várias alturas e movimentos

    Foto: Roberto Filho/AgNews

  13. Beleza - Nos cabelos, as tranças presas em coques ou em partes da cabeça mantêm-se para o verão. Mas os lisos lambidos também deram as caras. Sombras douradas e coloridas, pouco blush, e batons em tons de coral, principalmente, e gloss

    Foto: Roberto Filho/AgNews

  14. Acessórios ¿ Os colares continuam grandes e poderosos e as pulseiras também não são minimalistas. Se menores, devem ser acompanhadas de várias outras. Os braceletes são grandes também e podem ser usados na companhia de outros, nos dois braços. As roupas e sapatos também podem vir com adereços pendurados, principalmente metálicos - brilhantes ou foscos. Bolsas grandes ou menores, mas não mínimas, para serem levadas na mão. Óculos redondos, quadrados ou coloridos, viseiras,

    Foto: Roberto Filho/AgNews

  15. Na areia - A praia de 2013 vai ser estampada, alegre e democrática. As modelagens vão das pequenas às grandes. Nos sutiãs, tops e sutiãs estilo retrô. Maiôs mais fechados, tipo engana-mamãe foram mostrados pelas modelos. Assim como recortes, ferragens nas laterais e aberturas em pontos difíceis de usar. Um bom exemplo dessa imagem é o maiô final da Lenny: de tela aberta, mas fechada nos pontos que não devem aparecer. Ninguém vai à praia com ele, mas é lindo

    Foto: Roberto Filho/AgNews

/modacarioca/radar-fashion/foto/0,,00.html