Milão

publicidade
22 de fevereiro de 2012 • 17h00

Estilista brinca com guarda-roupa do homem para mulheres

Estilista levou o guarda-roupas masculino com sensualidade para Milão
Foto: Getty Images
Danielle Sousa
Direto de Milão

Paola Frani, segunda a se apresentar na semana de moda de Milão nesta quarta (22), criou um mix dos estilos masculino e feminino. Nesta coleção, a mulher pode brincar com o guarda-roupa masculino, sem perder a sensualidade.

A nova coleção esbanja sofisticação, das calças com cós-alto às blusas com babados, passando pelos sofisticados vestidos longos. Os casacos de alfaiataria completam o jogo do positivo e negativo, combinados com peças em renda, quase transparentes.

As peças em pele também fazem parte da coleção Paola Frani e a cor preta é a principal protagonista. Para dar um toque alegre, o dourado aparece fortemente, nos acessórios ou nos acabamentos. Na cartela de cores, também estão presente o vinho, o verde e o nude.

Pretinho básico
Seda com paetês, napa, jersey e georgette de seda, tecidos leves, que caem sobre o corpo e marcam as formas femininas, entram em contraste com os cortes masculinos dos casacos e das calças.

O pretinho básico da coleção já não ficou tão básico assim: o corte era reto, tipo tubinho, sem mangas, com cinto fino que marca a cintura, mas com um toque de dourado. As aplicações são em formas geométricas e simples ou cobrem totalmente a parte superior.

Os sapatos desfilados seguiam o estilo Mary Jane e bicolor. Os chapéus de feltro foram usados sobre coques baixo.

Como Coco Chanel?
A estilista conseguiu vestir a mulher de homem sem que ela perdesse a sensualidade. Pelo contrário, a coleção Paola Frani é mais sedutora do que nunca. Não com o mesmo objetivo, mas partindo de uma ideia semelhante, a estilista Coco Chanel revolucionou a moda inspirando-se no guarda-roupa masculino, no seu caso, sem a pretensão de seduzir, mas sim de descomplicar.

Especial para Terra