> Moda
notícias por e-mail   fale conosco  rss
 Fale conosco

 Notícias por e-mail

  Sites relacionados
Mauren Motta
Rio Verão 2010
Rio Inverno 2010
SPFW Verão 2010
SPFW Inverno 2010

Moda
Segunda, 2 de novembro de 2009, 20h30 
Brasília Fashion Festival apresenta tendências em artesania
 
Érico Aires
 
Divulgação
O festival apresentou vários desfiles
Enquete

Você gosta ou compra artesanatos?

Sim
Não

Últimas de Moda
  1. Estilista John Galliano prepara retorno com apoio de Oscar de la Renta--Vogue
  2. Vermelho intenso de estrelas do Globo de Ouro lembra sensualidade do passado
  3. Confira 12 erros bizarros de Photoshop de 2012
  4. Inspire-se em 30 looks e acessórios para curtir o Réveillon
Busca
Busque outras notícias no Terra:
De Brasília

É bom conhecer suas limitações e saber valorizar suas próprias qualidades. Pensando nisso a organizadora do Brasília Fashion Festival, Paula Santana, encontrou no artesanato o caminho para entrar no calendário nacional dos eventos ligados a moda. "Pesquisei o que tínhamos de original, de genuíno, e me surpreendi com a força do artesanato no Distrito Federal."

» Siga o Terra no Twitter
» vc repórter: mande fotos
e notícias

» Chat: tecle sobre o assunto

Paula tem razão. Se em todo o Brasil, o artesanato representa 2,5% de tudo o que produzimos, segundo dados da Secretaria do Trabalho do Governo do Distrito Federal, o setor da artesania no DF agrega 16 mil indivíduos na sua linha de produção.

Fato mais relevante é que para fazer os fuxicos, as rendas, as bolas e todo tipo de acessório, essas mulheres normalmente sustentam famílias com no mínimo três indivíduos em média: "Noventa por cento dos produtores são mulheres de meia idade, avós, viúvas, donas de casa que encontraram nesse nicho uma forma de se sustentar ou de complementar o orçamento doméstico", disse Edna Kinoshita, diretora de inserção de produtos da Secretaria do Trabalho do DF.

Sem se importar com os números por trás dos produtos, a psicóloga Carolina Eulálio Fernandes disse gostar mesmo é do visual das peças. "Somos brasileiras, temos a alma colorida, mas nossa moda é toda cinza, preto, branco e bege. Por isso uso acessório feitos por artesãs, para ter cor e vida."

Foi o estilista Walter Rodrigues quem melhor sintetizou o poder do artesanato do DF. "É no artesanato que Brasília concretiza sua verdadeira vocação de agregar as diferentes expressões culturais brasileiras, aqui encontramos a cara de todos os brasileiros."

A psicóloga Carolina Fernandes não se conteve e acabou convencendo as expositoras a vender-lhe algumas peças: "érolas, bijuterias clássicas, jóias, nós achamos em qualquer lugar, sempre vai ter nas lojas, do mundo inteiro. Mas essas peças daqui são únicas, muito diferentes e especiais, gostei e vou levar."

Segundo Edna Kinoshita, os acessórios de moda são os que mais têm crescido em vendas. O maior destaque vai para os bordados coloridos e multifuncionais que podem ser usados como presilhas, pulseiras e gargantilhas. "s artesãs estão recebendo muitas encomendas desse tipo de produto para o verão. Acho que será uma temporada muito colorida."

Como nem tudo são flores de pano bordadas, um dos grandes gargalos para o desenvolvimento do setor é justamente o escoamento da produção. O BFF, por meio da Secretaria do Trabalho, abriga 600 artesãs, oferecendo-lhes toda a estrutura de desenvolvimento de coleção, posicionamento de marca, e também oportunidades de negócios durante a temporada de moda. "O setor é embrionário, mas com os investimentos que estamos fazendo pretendemos colocá-lo como uma das principais fontes produtivas do DF. Uma indústria ecologicamente sustentável, que promove a inclusão social e principalmente que respeita e divulga a cultura brasileira", disse Edna Kinoshita.


 
Especial para Terra