0

Virgem Catarina Migliorini gera críticas e polêmica no Fashion Rio

8 nov 2012
09h52
atualizado às 11h28
  • separator
  • 0
  • comentários

Desde que surgiu nas redes sociais e portais do mundo inteiro, depois que resolveu leiloar a própria virgindade, a brasileira Catarina Migliorini não para de gerar mais assunto. A repercussão foi tamanha que até no mundo da moda o nome da catarinense virou notícia, depois que a grife TNG resolveu inserir a moça no casting do desfile da marca na noite da última quarta-feira (7). “Decidi convidá-la para mostrar que o universo fashion, tão cheio de diversidades, não é preconceituoso”, comentou o diretor geral da marca, Tito Bessa Jr., na tarde da última terça-feira (6), quando a notícia começou a se espalhar.

Catarina assistiu ao desfile da TNG na fila A, mas não falou com a imprensa nem antes, nem depois do evento
Catarina assistiu ao desfile da TNG na fila A, mas não falou com a imprensa nem antes, nem depois do evento
Foto: Vinicius Pereira / JB Online

Veja os famosos que passaram pela semana de moda carioca
Vote no look mais estranho do Fashion Rio
Escolha a top n°1 da passarela do Fashion Rio 

O que ele não esperava é que a novidade seria vista com maus olhos pelos clientes da marca e, diante da rejeição, Bessa decidiu cancelar a participação da catarinense. “A marca não tem preconceito, mas não esperávamos essa reação negativa”, explicou.

Ele disse ainda que achou que os consumidores se sentiram ofendidos. "Decidi tirá-la do desfile em respeito ao meu público”, acrescentou. O anúncio foi feito no momento da coletiva de imprensa junto com o grupo RPM, que tocou ao vivo durante a apresentação.  

A catarinense foi vista na fila A do desfile, mas não falou com a imprensa nem antes e nem depois do evento. Chegou quando as luzes já estavam apagadas e saiu de "fininho". Aos 20 anos, ela leiloou sua virgindade na internet por R$ 1,5 milhão (US$ 780 mil), arremetada por um japonês de 53 anos, denominado de Natsu. Atualmente, ela vive na Austrália, onde filma o documentário Virgins Wanted, que narra toda a história do leilão.

Pelos corredores
No backstage, o assunto gerou polêmica entre as modelos profissionais que se preparavam para desfilar. “Acho ridículo leiloar a virgindade, não é uma coisa que deveria ser leiloada e também não entendi a ligação dela com a moda”, afirmou Marina Heiden. "Achei estranha a participação dela, não fez sentido para mim. Sou contra leiloar a virgindade”, completou Thaís Romão.

Para Indiamara Deggerone, a virgindade é algo muito pessoal. “Vender isso é como se fosse prostituição, sou contra. A moda não deveria estar relacionada com esta polêmica”. Outra modelo, que preferiu não se identificar, concordou. "A menina está milionária, pagam para ela um valor absurdo. Para a gente que é modelo, pedem para diminuir o cachê e ainda pagam pouco", enfatizou.

Por outro lado, a top Tamirys Melo disse que "não liga para a vida dos outros". "Ela virou celebridade por um tempo. Mas ‘celebridadezinha’ não me incomoda", finalizou.

Famosos dividem opiniões
Para o vocalista da banda RPM, Paulo Ricardo, “ a decisão da TNG de tirá-la do desfile foi uma questão de sensibilidade”. "Tudo é um grande circo, assim como a Mulher Barbada e esse tipo de bizarrice ", afirmou.

Já o ator Rodrigo Lombardi, que vive o personagem Théo na novela global Salve Jorge e foi o convidado especial da TNG, preferiu se manter neutro na questão. “Ela vendeu o que é dela. Quem comprou que fique feliz e ninguém tem nada a ver com isso", pontuou.

Fashion Rio Inverno 2013
O Terra, a maior empresa latino-americana de mídia digital, transmite ao vivo os desfiles de inverno 2013 do Fashion Rio, com exclusividade para web, inclusive para tablets, smartphones e TVs conectadas. Entre os dias 7 e 9, os desfiles serão transmitidos direto do Píer Mauá, na capital fluminense, pela parceria entre o Terra e FFW. Além das transmissões ao vivo, o Terra terá os blogs da apresentadora de TV Isabella Fiorentino e das jornalistas de moda Iesa Rodrigues e Tatiana Sisti.

O Fashion Rio reúne 18 desfiles em uma edição extra, a terceira de 2012, responsável por finalizar a transição para o novo calendário da moda brasileira. Seriam 19 desfiles ao todo, no entanto a grife Ágatha cancelou sua apresentação. A partir de 2013, os desfiles da coleção verão acontecerão em março de cada ano e os de inverno em outubro.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade