0

Cris Guerra lança livro de moda que promete ajudar a encontrar próprio estilo

19 jun 2013
17h18
atualizado às 17h20
  • separator
  • comentários

Moda Intuitiva - Um “não manual” de moda para ajudar você a descobrir seu próprio estilo (Editora Lafonte, R$ 34), como o próprio título anuncia, é mais um livro de relacionamento com a moda do que de combinações prontas para se vestir melhor, como se pode imaginar num primeiro momento. Isso porque a autora, a publicitária Cris Guerra, de Belo Horizonte (MG), baseia-se em sua própria experiência - por que não dizer relacionamento? - com a moda, que pode ser usada para estimular outras pessoas a descobrir seu estilo próprio de uma forma intuitiva e, assim, melhorar a autoestima, como aconteceu com ela. "A moda me ajudou a me ver melhor", constata.

Apesar de confessar sua resistência em escrever sobre moda, Cris cedeu, já que o livro é o resultado natural de seu blog Hoje Vou Assim, lançado em 2007 sem qualquer pretensão, mas que alcançou sucesso no Brasil inteiro. O blog relata o exercício diário da autora: fotografar suas produções para o trabalho. "Senti que o blog me ajudou a encontrar meu estilo", conta. Por isso, para quem espera caminhos prontos, Cris adianta: "passo a experiência que foi boa para mim, mas cada um pode encontrar seu caminho, seu prazer de se vestir". O sucesso do blog trouxe reconhecimento no universo da moda e hoje ela divide seu tempo entre o site, palestras, coberturas dos grandes desfiles, sua coluna na revista Veja BH e em programas de rádio.

Você é o seu estilisita
Você, talvez, imagine que é impossível se vestir bem por um milhão de razões pessoais ou que moda é algo supérfluo. Mas, pense: ela faz parte da nossa vida, como escovar os dentes todos os dias pela manhã. "Saiba que você conhece muito mais de moda do que imagina: vestir-se é algo que faz parte do seu dia a dia e não existe melhor especialista em você do que você mesmo", afirma a autora. E isso não significa encher o guarda-roupa de peças de grife ou das últimas tendências. "A qualidade agora está em mim. Cresci em minhas andanças: minha melhor marca sou eu", relata.

Para Cris, moda é assunto importante, que pode contar tanto a história de uma época como também a trajetória pessoal de cada um. Por isso ela faz uma analogia genial, entre tantas: quando uma mulher entra no provador, ela não está sozinha; traz consigo toda a sua vivência. "Se um striptease desnuda uma mulher completamente, o ato de vestir fala ainda mais sobre ela. Roupas contam trechos da nossa história – quanto mais vestimos, mais revelamos", escreve.

<a data-cke-saved-href="http://moda.terra.com.br/infograficos/meia-calca/iframe.htm" href="http://moda.terra.com.br/infograficos/meia-calca/iframe.htm">veja o infográfico</a>

Moda e autoestima
Entre os capítulos do livro, Cris destaca Moda e Autoestima, assunto recorrente em suas palestras. "A gente se vê de forma muito errada, geralmente pior do que os outros nos veem. Acho que o livro traz uma contribuição psicológica no sentido de incentivar a amar seus aspectos únicos e gostar cada vez mais de ser você", diz. Para ela, é preciso tentar se desvencilhar do outro e evitar comparações. "Veja você, experimente roupas, arrisque, combine, descombine, mas o parâmetro deve ser sempre você para estar melhor que ontem", sugere.

Exercite a moda
Outro capítulo que Cris destaca no livro é o que traz exercícios divertidos de moda intuitiva. Ao brincar com isso, você não estará fazendo nada além do que já faz todos os dias: se vestir. Ela propõe, por exemplo, repetir uma peça todos os dias ou usar as roupas somente de uma parte do armário. Assim, é possível desenterrar aquela peça esquecida no fundo da gaveta que pode render uma combinação nunca pensada antes e, quem sabe, surpreendente. E assim, é claro, descobrir seu estilo. "Dicas, sim, são mais amáveis e delicadas – o que seria de nós sem as amigas com quem trocá-las? Mas nada como o nosso jeito de fazer as coisas."

Ponto a Ponto Ideias

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade