publicidade
27 de junho de 2012 • 15h15 • atualizado em 01 de Agosto de 2012 às 17h54

A febre dos sneakers: conheça a tendência e veja modelos

Os sneakers aliam estilo e conforto e, segundo os especialistas, integram uma tendência que veio para ficar
Foto: Divulgação
 

É tênis, mas tem salto. Tem cara de esportivo, mas não são vistos nas quadras, parques ou academias, e sim, nos pés de famosas e fashionistas combinados com vestidinhos, saias, shorts e calças. Os sneakers começam a conquistar o coração das brasileiras e ganharam destaque especial entre o público que visitou a última edição da São Paulo Fashion Week, que aconteceu de 10 a 16 de junho, na Bienal, no Parque do Ibirapuera. Muitas visitantes escolheram a peça para conferir os desfiles – alguns mais básicos, em camurça e tons discretos, outros, mais cheios de estilo, com spikes (tachas), metalizados ou multicoloridos.

De acordo com Julia Colli, analista de estilo da grife Jorge Alex, o que diferencia os sneakers de um tênis comum é o salto embutido. “Essa peça é chique e elegante, apesar de possuir salto é muito confortável e deixou de ter aparência esportiva”. A especialista acredita que a tendência teve início na última temporada de desfiles de moda europeia, quando começaram a cair nas graças dos fashionistas. “Os modelos foram criados a partir de referências dos anos 1980, quando os tênis eram grandes e bem coloridos. A nova releitura dos sneakers vem de uma forma mais moderna, deixando a mulher mais elegante por conta do salto interno”, observa.

Para ela, o sapato vem se tornando um objeto de desejo entre as brasileiras pelo fato de ser versátil. “É uma forma da mulher estar confortável, casual e elegante. Ele pode ser utilizado em qualquer ocasião”, pontua. Ela indica o uso da peça com shorts, minissaia e calças com boca fina. Em contrapartida, para combinar com calças sociais ou no modelo flare ou pantalona, que têm a boca larga, o sneaker não é uma boa opção, de acordo com Julia.

Alexandre Birman, empresário e designer de sapatos da Schutz, acredita que, no Brasil, a tendência começou com força no começo de 2012. “Hoje em dia as pessoas recebem a informação com uma velocidade muito maior, não é mais preciso viajar para saber o que é moda na Europa ou até mesmo nos Estados Unidos. Hoje temos todos esses blogs e mídias sociais que fazem com que a mulher consiga acompanhar a moda em tempo real”, afirma.

Para ele, a moda vai chegar e ficar, “porque mistura conforto com estilo”. Clique na galeria de fotos e confira alguns modelos que estão invadindo as vitrines.

Terra